sábado, 25 de março de 2017

Eras parte do meu sonhar, acordada .

Eras parte do meu sonhar, acordada 
Quando olhava as paredes do quarto vazio
Imaginava-te, deslumbrava minha mente
Esboçava um sorriso desejoso
Enquanto lá fora, a chuva caía,
Sonhava acordada, o teu corpo beijava
Minhas mãos tocavam-te, um arrepio
Era felicidade na ponta dos dedos,
Eras tu, o causador de meu sonho tão frio
.
Meus lábios sussurravam docemente
Queriam ser, donos da nossa verdade
Queriam beijar-te sem ter medos,
E neste sonho duma noite mal dormida
Sentia a frieza do quarto vazio
E apenas a cumplicidade, 
De um de sonho, que não existia,
Mas ficaste preso ao meu corpo somente
Porque eras parte do meu sonho, irreal
***
Cidália Ferreira.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Numa observação para lá de uma vidraça

Foto de Cidália Ferreira.
(Imagem minha ) 
Quando em viagem se sente a melancolia
Dos dias revoltados em tristes momentos
Seguem viagem, inseguros pensamentos
Deixando que a tristeza olhe em rebeldia
.
O meu pensamento olhava, triste imagem
Apenas o vidro separava as ondas do mar
Queria poder sentir no meu coração, o ar
Vindo daquela sombra em bela miragem 
.
A viagem seguia, a chuva teimava em cair
O meu olhar na escuridão tentava abstrair 
São tantas, as tristezas que viajam comigo
.
Numa observação para lá de uma vidraça
A chuva, o vento, soprando em desgraça 
E nesta viagem triste, melancólica...Sigo 
****
Cidália Ferreira.

terça-feira, 21 de março de 2017

Quem me dera...

Quem me dera saber escrever
Umas linhas em poesia
Contaria a tanta gente
O que meu coração presente,
Sofre de noite e de dia
Por quem ama e não esquece,
Porque sendo ou não poeta
Toda pessoa merece
Uma vida com alegria
Sem ter que fingir a dor
Que na realidade sente
.
Mas como não sei escrever
Aqui fica a minha dor
Fingir eu não sou capaz
Porque meu chora coração,
Refugio-me na saudade
Escrevo palavras em vão
Que não serão em demasia,
Caem lágrimas de ansiedade
Voando em liberdade,
São partículas do meu amor
Que saem, com se fosse poesia
***
Cidália Ferreira

segunda-feira, 20 de março de 2017

Meu olhar atravessa margens do infinito

No silêncio das águas  deixo meu olhar
Por tão bela  paisagem onde me refugio
Sinto o murmúrio das águas a orvalhar
E sobre a minha  alma serás meu elogio
.
E no meu silêncio um céu tão carregado
De tantos, pequenos nadas, não importa
Teu coração será meu segredo guardado
E o teu silêncio, não me fechará a porta
.
Meu olhar atravessa margens do infinito
São as águas, testemunhas do meu grito
Onde  liberto as mágoas do meu coração
.
No meu silêncio deambulam sentimentos
 O meu coração emociona-se, são lamentos
De quem no silêncio te olha, com emoção.
****
Cidália Ferreira 

domingo, 19 de março de 2017

Triste melancolia.


Cliquem, para poderem ver... (meu)

Hoje sinto uma melancolia inexplicável...Uma saudade tremenda...Uma dor inacabável... Hoje estou assim...triste...

Feliz dia do Pai.

Resultado de imagem para Imagens dia do pai com frases

Feliz Domingo

Feliz dia para todos os Pais

Feliz dia, para o Pai dos meus filhos

E feliz dia para os Pais das minhas netas.
.
Sejam imensamente felizes, hoje e sempre.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Soltam-se...

Resultado de imagem para imagens de pensamento
Soltam-se pensamentos, devaneios meus
Como ventos que sopram fortemente,
Abre-se minha alma à tempestade
Como quem quer vaguear sem destino
levando apenas o que pede o coração,
Para trás, uma vida de anseios
Em cada palavra solta tormentos se vão
Nestes pensamentos que voam livremente
.
Soltam-me, como pássaros que se libertam
levando leves fardos, pesadas mensagens,
Até o meu sorriso se esvai na ventania
Ficando apenas o rosto sem alegria,
Uso minhas forças para me precaver
Doutras tempestades que ainda virão,
Mas nos meus pensamentos quero reviver
Livrando-me, desta ansiedade, triste agonia.
***
Cidália Ferreira